Rafael Brasil

 

Compositor, cantor, multi-instrumentista e produtor musical, Rafael Brasil é um dos mais conhecidos e requisitados músicos da cena porto-alegrense, em atuação no cenário profissional desde 1993.    Compositor romântico e artista independente têm seis trabalhos registrados: Single Rafael Brasil Mix (1997), CD Quando Fala a Paixão  (2001), CD Minha Estrada (2006), CD Disco 3 (2010),  Single Jantar a Dois (2012) e CD e DVD Canto Canções de Amor (2017).

(Escrito Por Rafael Romero)

Rafael caminha pelas ruas do bairro e leva uma vida familiar que preza e leva em paralelo ao seu trabalho de músico de bares, da noite, cantor, instrumentista, compositor, produtor musical e youtuber. Durante sua trajetória musical, que vem desde a sua infância, relata que esta tem sido uma escolha que tem sido feita repetidas vezes ao longo de sua vida. Ser músico é um desafio constante, é o que se percebe conversando com Rafael. Ainda em busca de sua própria estética, afirma que seu último trabalho traduz melhor a expressão que tem buscado, apesar de já ter gravado três discos. Perfeccionista, considera que a obra é sempre maior que o autor e relata sua relação de respeito ao trabalho musical devido a sua influência vibracional nas pessoas: “A música é maior que eu...“  A noite, os bares e os novos caminhos

Há 16 anos Rafael toca no Chalé da praça 15, na praça 15 de novembro, centro de Porto Alegre, cumprindo uma programação cultural,turística, para famílias em um horário de final de tarde ou ao meio-dia. E à noite, em muitos bares como o Entreato, na Cidade Baixa, correndo o circuito da noite porto alegrense.  Revela estar evitando o circuito da noite, devido à dificuldade que têm percebido em trabalhar musicalmente com a emoção das pessoas. Relata ter tido mais experiências positivas com o público diurno do que com o noturno. De acordo com sua percepção, na noite a maioria das pessoas estão “a procura” de algo e preferem músicas animadas, ao contrário do público diurno que sabe contemplar as canções sem estar preocupado em animar-se.  Atualmente Rafael revela estar interessado em trabalhar na produção de sua música e da sua carreira através de caminhos diferentes dos bares e da noite. Apesar de tirar seu sustendo destes, o mercado das produções parece promissor. O DVD produzido por ele entrou na programação do canal Music Box de televisão por assinatura e o seu canal no Youtube traz agora um novo programa: o Estúdio do Rafa, programa de entrevistas idealizado, produzido e apresentado por ele, onde conversa com músicos que atuam no cenário do Rio Grande do Sul. Falando sobre música, carreira e mercado artístico, o programa já trouxe nomes como: Marcelo Ribeiro, Marietti Fialho, Rosa Franco, Lúcia Severo e Serginho do Trombone.   Apesar de suas conquistas e histórico, Rafael lamenta a falta de interesse e abertura de alguns canais e meios de comunicação. Com um tato comercial e facilidade para vender, que confessa ter desde a infância, ainda assim não consegue divulgar o seu trabalho nos principais meios de comunicação, o que ele atribui a diferenças de interesse ou a um preconceito em relação ao gênero de seu trabalho que seria considerado muito pop. Assim também se mostra a realidade dos cachês, sendo impossível deixar de tocar em bares e na noite para fazer seu próprio trabalho, pois estes lhe rendem o necessário para sua subsistência.   Aos 44 anos Rafael Brasil parece um artista empolgado com muitas ideias e projetos, embora a experiência desses mais de 20 anos de carreira lhe ensinem que os caminhos não são fáceis e óbvios. Rafael tem tido bons aprendizados e conquistado realizações importantes, devido à dedicação e seriedade com seu trabalho, que se apresenta de diversas formas atualmente: cantando, interpretando, produzindo, editando, mixando, entrevistando ou compondo. O artista segue na busca do aperfeiçoamento, do reconhecimento e da melhor forma da sua expressão artístico-musical.

 

Biografia e obra:

 

• Aos seis anos, entre o futebol e a Banda Marcial da Escola escolhe tocar, já que não tinha o menor talento com a bola. Seu pai tocava violão e foi assim que teve seu primeiro contato com a música;

• Com doze anos seu pai lhe ensina os primeiros acordes no violão, que logo se torna seu principal instrumento. Com o passar dos anos, ingressa em alguns cursos e aulas particulares para aprimorar seu conhecimento em teoria musical, guitarra e noções de violão clássico;

• Em 1997 ganha o 2° lugar no 5°Canto da Lagoa (Festival de Música Popular Encantado/RS) com uma de suas primeiras composições, a Canção “Aurora Flor do Sol” ;

• No mesmo ano participa do 1°Festival de Música de Porto Alegre com a música “Quando Fala a Paixão”;

• Em 2001 lança seu primeiro CD “Quando Fala a paixão” .

• Em 2004, lança o single “Todo Tempo”, canção composta com Serginho Moah(Papas da Lingua), já gravada em seu Home Studio, é a primeira faixa a ser produzida do CD “Minha Estrada”(2005);

• Em 2010 lança o "Disco 3” e o clip da música "Essa Noite" produzido e dirigido por Carlinhos Veiss do estúdio Áudio Laser;

• Em 2018 lança o CD e DVD "Canto Canções de Amor..." em comemoração a seus 20 anos de carreira regravando 11 de suas composições;